Filmes de Terror e a Publicidade


Na última semana, foi lançada mais uma continuação do filme Halloween (aposto que a música tema já veio à sua cabeça). A saga protagonizada por Michael Myers dividiu a opinião do público. Assim como todo filme de terror: muitos amam e outros odeiam. Mas, sem dúvidas, o principal motivo para não ser fácil alcançar uma opinião neutra a respeito de filmes de terror é o MARKETING.


Quando falamos de cinema, apesar do esforço dos autores, não estamos falando apenas de uma arte. Também estamos falando de um mercado. Mercado esse, muito atento às datas especiais (Halloween sendo lançado no mês de outubro não nos deixa mentir). A corrida para tomar o posto de "maior sucesso" desse mês tão simbólico está cada vez mais acirrada e alcançar o sucesso de filmes independentes como Jogos Mortais e Atividade Paranormal, que fizeram fortunas apesar de seus baixos orçamentos e transformaram pequenas produtoras e distribuidoras em gigantes da indústria, tem sido cada vez mais desafiador.

Essa competitividade transformou o marketing do cinema de horror o mais inteligente, apurado e curioso. Com uma roupagem mais apelativa, descarada e desleal em alguns casos, ele é eficiente e polêmico o suficiente. Cartazes para filmes como os da franquia Jogos Mortais já foram banidos por excesso de realismo na exibição de membros mutilados e imagens fortes.

Além disso, a maioria dos filmes de terror traz em sua composição visual um misto de cores escuras com o intuito de trazer um lado mais sombrio ao público usando a conhecida psicologia das cores. As fontes utilizadas nos cartazes também são muito bem pensadas. Elas são sempre agressivas, fortes, com um toque clássico, mas que sempre contrastam fortemente com os outros elementos.

E se tratando da divulgação desses filmes, podemos perceber que o gênero realmente não brinca em serviço. Teasers diferenciados e trailers com fórmulas diferentes estão cada vez mais comuns e são um prato cheio para quem deseja causar curiosidade e interesse no público.


Quem não se lembra do trailer de Atividade Paranormal que atraiu o público divulgando supostas reações das pessoas ao assistirem o filme, numa espécie de "boca a boca" manipulado? No fim das contas, a coisa deu muito certo, rendendo rios de dinheiro e inúmeras continuações.

As estratégias de divulgação desses filmes, gera curiosidade nas pessoas e faz com que apesar da sensação de medo, as pessoas decidam assistí-los. O Marketing é parte fundamental desse processo.







14 visualizações0 comentário